O que é

ANCINE estreia nova campanha publicitária
Ações incentivam o consumo de conteúdos audiovisuais nacionais em diferentes plataformas

A ANCINE lançou sua nova campanha publicitária de utilidade pública para a valorização do conteúdo audiovisual brasileiro. Com inserções na TV aberta e ações na internet e nas redes sociais, a Agência quer incentivar o consumo dos conteúdos audiovisuais brasileiros pelo público de todas as idades e de todas as regiões do País, por meio das mais variadas telas. “Assista, recomende, valorize o que é seu” é o comando que fecha a peça publicitária.

Um dos destaques da campanha deste ano é a diversidade de plataformas disponíveis para o acesso ao conteúdo audiovisual.  Com duração de 30 segundos, o comercial mostra a visualização – pelos celulares, tablets, aparelhos de TV e nas salas de projeção – de grandes sucessos do cinema como os filmes “Minha mãe é uma peça” e “Que horas ela volta?”, e séries de TV, como o infantil “Meu AmigãoZão”. Todas as obras audiovisuais foram gentilmente cedidas por suas produtoras para a elaboração do comercial.  

“Hoje o setor cresce de maneira extraordinária. Temos produzido mais e melhores conteúdos audiovisuais nacionais. Queremos mostrar, com esta campanha, que o brasileiro, de todas as idades e de todos os cantos do País, pode se ver e ser visto nas mais diversas formas. Atualmente o audiovisual não está mais restrito às salas de cinema e a TV aberta. A TV fechada é uma realidade em muitos lares brasileiros e os novos suportes, como os tablets e os celulares, chegam com força total, principalmente entre os mais jovens. Precisamos recepcionar este público”, explica o diretor-presidente da ANCINE, Manoel Rangel.

A campanha usou como base a pesquisa quantitativa do Data Popular, encomendada pela Agência, sobre os hábitos de consumo do audiovisual dos brasileiros. De acordo com a pesquisa, as novas tecnologias ganham espaço neste mercado e têm impulsionado os mais jovens no consumo de conteúdos audiovisuais. Hoje já são 46,5 milhões de brasileiros que assistem a vídeos pelo computador, e 12,4 milhões pelo tablet.  A pesquisa também mostrou a força da TV Paga, que já atinge 70 milhões de brasileiros. A maioria dos entrevistados (64%) busca os canais pagospara ter acesso a conteúdos diversificados.

O diretor de criação da campanha é o premiado Otto Pajunk, da Agência DM9. O comercial, produzido pela Kombat Films, terá veiculação na TV aberta, no Rio de Janeiro e em São Paulo, até 31 de dezembro.  Para o restante do País, a peça publicitária poderá ser acessada pela internet. Além da exibição do comercial, serão realizadas, nos perfis da ANCINE nas redes sociais, ações interativas com a participação dos internautas.


Produções brasileiras independentes estrelam campanha publicitária da ANCINE

Voltar para o topo