Agência Nacional do Cinema
Tamanho da letra
  • botão de diminuição de letra
  • botão para letra voltar ao tamanho normal
  • botão para aumento de letra
Translate traduzir ImprimirImprimir 29/04/2016 11:11

Programa Brasil de Todas as Telas anuncia resultado de recursos à fase de habilitação do PRODECINE 05/2015

Chamada Pública disponibiliza R$ 30 milhões para investimento em longas-metragens de linguagem inovadora e relevância artística

Preview
Ampliar

A ANCINE e o Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE) divulgaram a ata de julgamento dos recursos interpostos à etapa de habilitação das propostas na Chamada Pública PRODECINE 05/2015 do Programa Brasil de Todas as Telas.
 

O edital disponibiliza R$ 30 milhões para a seleção de projetos de produção independente de longa-metragem de ficção, animação e documentário, com foco em propostas de linguagem inovadora. O objetivo é investir em filmes com potencial de participação e premiação em festivais e que apontem para a experimentação, mas que também sejam capazes de dialogar com seu público-alvo e de realizar seu potencial comercial.
 

Foram interpostos 13 recursos ao resultado preliminar de habilitação. Após análise, a Comissão de Recursos decidiu pelo provimento aos recursos dos projetos "O Rio De Janeiro De Ho Chi Minh", da Moviola Produções Cinematográficas; "Rodas de Samba", da Send Music Produções Artísticas; "Flores de Aurora", da Social Produções Artísticas E Serviços; e "Noturna", da Canal Imaginário Comunicação. Com a decisão, os quatro projetos se somam aos outros 294 previamente habilitados e seguem para a etapa de seleção, que será dividida em duas fases: avaliação dos projetos, de caráter eliminatório e classificatório; e decisão do investimento, de caráter eliminatório.
 

PRODECINE 01/2015: retificação inabilita duas propostas


A ANCINE e o BRDE também divulgaram uma ata de retificação ao resultado da fase de habilitação na Chamada Pública PRODECINE 01/2015. Foi constatado erro na habilitação dos projetos "Chacrinha", da Media Bridge Produções; e "Abortei", da Ideia Produção de Eventos, que passaram então a ser considerados inabilitados. Um total de 238 propostas encontra-se agora na fase de seleção do edital.
 

Saiba mais sobre o Programa Brasil de Todas as Telas
 

O Programa Brasil de Todas as Telas, lançado em julho de 2014, pela presidenta Dilma Rousseff, foi moldado para atuar na expansão do mercado e na universalização do acesso às obras audiovisuais brasileiras. O Programa, uma ampla ação governamental que visa transformar o País em um centro relevante de produção e programação de conteúdos audiovisuais, foi formulado pela ANCINE em parceria com o MinC, e com a colaboração do setor audiovisual por meio de seus representantes no Comitê Gestor do Fundo Setorial do Audiovisual - FSA.
 

O Programa Brasil de Todas as Telas – Ano 2 foi lançado no dia 1º de outubro, no Rio de Janeiro, em cerimônia com a presença do Ministro da Cultura, Juca Ferreira, garantindo a continuidade de uma política pública vigorosa para o audiovisual brasileiro.
 

O Fundo Setorial do Audiovisual - FSA é um marco na política pública de fomento à indústria cinematográfica e audiovisual no país, ao inovar quanto às formas de estímulo estatal e à abrangência de sua atuação. Isto porque o FSA contempla atividades associadas aos diversos segmentos da cadeia produtiva do setor – produção, distribuição/comercialização, exibição, e infraestrutura de serviços – mediante a utilização de diferentes instrumentos financeiros, tais como investimentos, financiamentos, operações de apoio e de equalização de encargos financeiros.   

 
 
Ícone Webmail Webmail Ícone Mapa Mapa do site SEI
Agência Nacional do Cinema - Ministério da Cultura - Governo Federal