Agência Nacional do Cinema
Translate traduzir ImprimirImprimir 19/12/2014 13:30

18ª Mostra de Cinema de Tiradentes divulga programação de longas e curtas-metragens da edição 2015

Evento acontece entre 23 e 31 de janeiro, em Minas Gerais, e reúne filmes de diversos estados brasileiros

Preview
Ampliar

A Mostra de Cinema de Tiradentes, uma das maiores plataformas de lançamento do cinema brasileiro independente, divulgou esta semana os longas-metragens selecionados para a Mostra Aurora e os curtas que comporão a programação da edição 2015 do evento. O evento acontece na cidade de Tiradentes, em Minas Gerais, entre os dias 23 e 31 de janeiro.
 

Apresentando ao público a diversidade da produção cinematográfica brasileira, o festival reúne oficinas, debates, seminários, exposições, lançamentos de livros e muitos outros tipos de manifestações artísticas. A mostra, que tem um caráter experimental, recebe destaque no circuito internacional devido ao espaço oferecido para a exibição de produções dos novos talentos do cinema independente brasileiro.
 

Mostra Aurora


A competição de longas terá sete produções representativas do cinema brasileiro contemporâneo independente e, em 2015, chega  a seu oitavo ano. Seu objetivo é apresentar a diversidade geográfica das produções e incentivar a participação de filmes brasileiros no circuito dos festivais internacionais.
 

As produções que serão exibidas durante a competição são “A Casa de Cecília”, de Clarissa Appelt; “Mais do que Eu Possa me Reconhecer”, de Allan Ribeiro; “Medo do Escuro”, de Ivo Lopes Araújo; “O Signo das Tetas”, de Frederico Machado; “Ressurgentes: Um Filme de Ação Direta”, de Dácia Ibiapina; “Teobaldo Morto, Romeu Exilado”, de Rodrigo de Oliveira; e “O Animal Sonhado”, do coletivo formado por Breno Baptista, Luciana Vieira, Rodrigo Fernandes, Samuel Brasileiro, Ticiana Augusto Lima e Victor Costa Lopes.
 

Todos serão avaliados pelo Júri da Crítica e além do Troféu Barroco e serviços e materiais cinematográficos de empresas parceiras do evento, concorrem ao Prêmio Itamaraty, prêmio no valor de R$ 50 mil dedicados a realizadores em início de percurso e cujo objetivo é aumentar a inserção internacional do audiovisual brasileiro.
 

Exibição de Curta-Metragens


Durante a Mostra de Cinema de Tiradentes haverá ainda a exibição de 90 curtas-metragens  oriundos dos estados do AM, BA, DF, MS, MG, PB, PE, SC, RS, SP e RJ. Sob a curadoria de Cléber Eduardo, Francis Vogner e Pedro Maciel Guimarães e com o objetivo de promover uma maior diversidade cultural, as produções serão distribuídas em nove seções temáticas: Mostra Foco, com 12 curtas dedicados a filmes que transitam do ensaísmo poético ao político, da narrativa mais aberta a mais encadeada, e cujo vencedor será contemplado com o Troféu Barroco, além de receber prêmios de parceiros do festival para o incentivo de novas produções.
 

O Panorama Dissonâncias, novidade no festival, apresenta nove curtas cujo objetivo é transformar as divergências em novas formas de proposições a partir de pensamentos controversos e questionadores. A seção Formação exibe oito produções feitas em cursos especializados e a Mostrinha exibirá 10 curtas. O evento exibe ainda 14 curtas na seção Praça,  sete na seção Cena Mineira, quatro na Cena Regional, e outros quatro na seção Jovem.
 

As exibições acontecem nos espaços Cine BNDES na Praça (Largo das Fôrras), Cine-Tenda e Cine-Teatro Sesi Tiradentes - Centro Cultural Yves Alves.
 

Para mais informações, acesse o site oficial da Mostra de Cinema de Tiradentes.

 
 
Ícone Webmail Webmail Ícone Mapa Mapa do site SEI
Agência Nacional do Cinema - Ministério da Cidadania - Governo Federal