Agência Nacional do Cinema
Translate traduzir ImprimirImprimir 21/11/2018 18:40

ANCINE acerta cessão de uso da ferramenta espanhola Lumière para incremento das ações de fiscalização

Acordo foi fechado esta semana e segue os moldes do realizado pela La Liga com o Ministério da Cultura do governo espanhol

Preview
Ampliar
Diretor-presidente, Christian de Castro (centro), na sede da La Liga (Espanha)

Em reunião realizada na sede da La Liga com o apoio da Alianza Brasil esta semana, o diretor-presidente da ANCINE, Christian de Castro, acompanhado do Superintendente de Fiscalização, Eduardo Carneiro, e do Assessor Internacional, Gustavo Rolla, acertou a cessão de uso da ferramenta Lumière, desenvolvida pela Liga de Futebol Profissional da Espanha para identificação dos responsáveis por sites que distribuem conteúdo audiovisual de forma ilegal, bem como os meios de pagamento e os meios de publicidade envolvidos. A Lumière será usada para incremento das ações de fiscalização da Ancine, em moldes similares ao acordo realizado pela La Liga com o Ministério da Cultura do governo espanhol.

 

Com a implementação da ferramenta, o referido Ministério iniciou mais procedimentos contra a pirataria nos primeiros 60 dias de uso da ferramenta do que em todo o segundo semestre do ano anterior, com uma redução no tempo de processamento de mais de 60%. Até agora, o Ministério da Cultura Espanhol possui 36 processos em andamento, além da retirada voluntária de conteúdos ilegais de mais de 335 sites com violações, bem como a cessação de atividade de 88 domínios da Internet, o que implica a retirada de vários milhões de acessos ilegais a conteúdos audiovisuais.

 

Atualmente, o acordo entre La Liga e a Agência está sendo redigido para assinatura e o resultado das tratativas será apresentado ao mercado na 3ª Reunião Ordinária da Câmara Técnica sobre Combate à Pirataria (CTCP), a realizar-se no dia 22 de novembro, no Escritório Central da Agência Nacional de Cinema.

 

Pela La Liga, participaram da reunião Diego Dabrio Álvarez, Diretor Internacional Antipirataria; Paula de la Vega Arias, Gerente de Ativos Digitais; Emílio Fernandez, responsável pelas Métricas Digitais e Coordenador Antipirataria e; Juan Jose Rotger, Técnico Antipirataria Internacional; pela Alianza Brasil, participou Ana Souza, que também é membro da Câmara Técnica de Combate à Pirataria da ANCINE. 

 

Sobre o Programa de Combate à Pirataria

 

Um dos principais eixos do programa de combate à pirataria aprovado pela diretoria colegiada da Agência é o de articulação, aprofundando o diálogo entre o setor público e privado de forma a explorar as melhores práticas de combate à pirataria no mundo.

 

 

Formulário de busca

 
Ícone Webmail Webmail Ícone Mapa Mapa do site SEI
Agência Nacional do Cinema - Ministério da Cultura - Governo Federal