Agência Nacional do Cinema
Translate traduzir ImprimirImprimir 14/11/2018 18:48

ANCINE anuncia nova lista de projetos habilitados da Chamada Fluxo Contínuo para Cinema

Valor total do aporte já chega a R$ 154,3 milhões do FSA

 

Preview
Ampliar

A ANCINE e o BRDE divulgaram nesta quarta-feira, 14/11, o resultado preliminar da Modalidade D e novos projetos na Modalidade C, que já havia tido uma lista preliminar publicada no dia 07 de novembro

 

Com esses dois anúncios fecha-se a primeira leva de projetos aprovados na Chamada Pública BRDE/FSA Fluxo Contínuo Produção para Cinema 2018.  Cabe ressaltar, que enquanto houver saldo de recursos, novas habilitações serão divulgadas, à medida que mais projetos forem analisados ou retornarem do Comitê de Investimento de Cinema, quando for o caso.

 

Dividida em quatro Modalidades, esta chamada se destina à seleção de propostas, de forma automatizada, para investimentos no valor total de R$ 180 milhões, do Fundo Setorial do Audiovisual – FSA, em projetos de produção de obras cinematográficas de longa-metragem apresentados por meio de produtoras brasileiras independentes e distribuidoras brasileiras independentes.

 

As quatro modalidades juntas já habilitaram 91 projetos, de 21 distribuidoras e de 66 produtoras, do nível 1 ao 5. Foram selecionados projetos de 14 estados brasileiros e do DF.

 

Veja abaixo o resumo de cada Modalidade:

 

 

Modalidade A

 

Nesta modalidade, destinada às distribuidoras, foram habilitados 17 projetos, de 15 produtoras e sete distribuidoras. Produtoras de quatro projetos têm classificação de nível 2 ou 3 na ANCINE.

 

Os projetos habilitados somam aportes que totalizam R$ 51.908.975,07.

 

A lista de projetos habilitados pode ser consultada aqui.

 

 

Modalidade B

 

Para a Modalidade B, destinada a projetos cujo proponente é uma produtora brasileira independente, foram destinados R$ 55 milhões.

 

Foram selecionados 21 projetos, de 17 produtoras e 10 distribuidoras, no valor total de R$ 52 milhões.

 

A lista de projetos habilitados pode ser consultada aqui.

 

 

Modalidade C

 

Esta modalidade, com R$ 50 milhões, é destinada a projetos que tenham como proponente produtora brasileira independente sediada nas regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste (CONNE); e na região Sul e estados de Minas Gerais e Espírito Santo (FAMES); e distribuidora brasileira independente sediada em qualquer região do país, desde que o projeto inscrito seja de produtora sediada nas regiões acima.

 

Foram habilitados 35 projetos, no valor total de R$ R$36,7 milhões. Destes, 25 projetos são do CONNE e 10 projetos do FAMES.

 

Sinalizando a diversidade dos resultados, foram habilitados projetos de 16 produtoras Nível 1, 7 produtoras Nível 2, 8 produtoras Nível 3, 3 produtoras Nível 4 e 1 produtora Nível 5.  

 

A lista de projetos habilitados na Modalidade C pode ser consultada aqui.

 

Modalidade D

 

Esta modalidade, de R$ 15 milhões de recursos do FSA, é destinada à complementação de recursos de projetos que tenham como proponente produtora brasileira independente.

 

No valor total de R$ 13,6 milhões, foram habilitados 18 projetos, de 18 produtoras, sendo 2 produtoras Nível 1; 3 produtoras Nível 2; 7 produtoras Nível 3; 2 produtoras Nível 4; e 4 produtoras Nível 5.

 

A lista de projetos habilitados na Modalidade D pode ser consultada aqui.

 

 

 

 

Formulário de busca

Plano de Diretrizes e Metas

  • Conselho Superior do Cinema

Mapa de Mostras e Festivais

Mapa de Complexos Cinematográficos

 
Ícone Webmail Webmail Ícone Mapa Mapa do site SEI
Agência Nacional do Cinema - Ministério da Cidadania - Governo Federal