Agência Nacional do Cinema
Translate traduzir ImprimirImprimir 11/11/2016 18:34

ANCINE divulga resultado final de habilitação do edital de núcleos criativos do Programa Brasil de Todas as Telas - Ano 3

De um total de 38 recursos interpostos na Chamada Pública PRODAV 03/2016, 20 foram deferidos

Preview
Ampliar

A ANCINE e o Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE) divulgaram hoje, 11 de novembro, o resultado do julgamento dos recursos interpostos e o resultado final da fase de habilitação da Chamada Pública PRODAV 03/2016 – Núcleos Criativos do Programa Brasil de Todas as Telas - Ano 3.

 

O edital investe R$ 14 milhões na estruturação de, no mínimo, 14 núcleos criativos para o desenvolvimento de carteiras de projetos. Esta é a quarta edição da linha, que faz parte do eixo do Programa Brasil de Todas as Telas que aposta no desenvolvimento de roteiros para cinema e televisão e novos formatos para TV.

 

Após o julgamento dos 38 recursos apresentados pelas empresas que tiveram suas propostas inabilitadas, 20 deles foram deferidos. Com isso, sobe para 283 o número de propostas habilitadas que seguem para a primeira fase de seleção, de caráter eliminatório e classificatório.

 

Clique aqui para ler a ata de julgamento dos recursos e resultado final da habilitação das propostas da Chamada Pública PRODAV 03/2016 - Núcleos Criativos.

 

Saiba mais sobre o Programa Brasil de Todas as Telas

 

O Programa Brasil de Todas as Telas, lançado em julho de 2014, foi moldado para atuar na expansão do mercado e na universalização do acesso às obras audiovisuais brasileiras. Trata-se de uma ampla ação governamental que visa transformar o País em um centro relevante de produção e programação de conteúdos audiovisuais. Foi formulado pela ANCINE em parceria com o MinC, e com a colaboração do setor audiovisual por meio de seus representantes no Comitê Gestor do Fundo Setorial do Audiovisual - FSA.

 

Os resultados do Programa vêm superando as metas estabelecidas. Até junho deste ano, foram 437 longas-metragens e 453 séries ou telefilmes apoiados. A aposta no investimento em desenvolvimento de projetos também foi bem-sucedida, rendendo a estruturação de 69 núcleos criativos em todas as regiões do país, e garantindo o desenvolvimento de 700 novos projetos de obras audiovisuais.

 

Em seu terceiro ano, o Programa Brasil de Todas as Telas garante a continuidade de uma política pública vigorosa para o audiovisual brasileiro. Para dar previsibilidade às suas ações de investimento, a ANCINE disponibilizou o Calendário de Financiamento para o biênio 2016/2017, que traz as datas previstas para a abertura e divulgação de resultados das chamadas públicas do Programa.

 
 
Ícone Webmail Webmail Ícone Mapa Mapa do site SEI
Agência Nacional do Cinema - Ministério da Cidadania - Governo Federal