Agência Nacional do Cinema
Campanha O audiovisual brasileiro é o Brasil assistindo ao Brasil
Tamanho da letra
  • botão de diminuição de letra
  • botão para letra voltar ao tamanho normal
  • botão para aumento de letra
Translate traduzir ImprimirImprimir 08/08/2017 14:00

ANCINE e MinC anunciam investimento de R$ 94 milhões em projetos para TV das regiões Norte, Nordeste e Centro Oeste

Anúncio aconteceu durante seminário no 27º Cine Ceará

Preview
Ampliar
Mesa do painel "O panorama da descentralização da produção e dos recursos nas regiões CONNE"

A ANCINE esteve presente no seminário "Descentralização da produção audiovisual no Centro-Oeste, Norte e Nordeste" que aconteceu como parte da programação do 27º Cine Ceará Festival Ibero-Americano de Cinema, no Hotel Oásis Atlântico, em Fortaleza. O seminário é uma promoção da Universidade Federal do Ceará (UFC), através da Casa Amarela Eusélio Oliveira, em parceria com a Secretaria do Audiovisual do Ministério da Cultura (SAv/MinC). A realização é da Associação Cultural Cine Ceará e da CONNE – Conexão Audiovisual Centro-Oeste, Norte e Nordeste, que reúne produtores de audiovisual, realizadores, gestores e representantes de instituições públicas e privadas de 20 unidades federativas das três regiões.

 

Na manhã desta segunda-feira, 7 de agosto, o painel "O panorama da descentralização da produção e dos recursos nas regiões CONNE" contou com a mediação do cineasta Wolney Oliveira e a participação do Ministro da Cultura Sérgio Sá Leitão e da diretora-presidente em exercício da ANCINE, Debora Ivanov. Também compunham a mesa os cineastas Jorane Castro e Renato Barbieri; o secretário de Cultura do Ceará, Fabiano Piúba; o senador pela Bahia Roberto Muniz; e o reitor da Universidade Federal do Ceará, Henry de Holanda.

 

Em sua intervenção no debate, Debora Ivanov apresentou estatísticas sobre a participação da produção oriunda das regiões Centro Oeste, Norte e Nordeste em relação ao total da produção audiovisual brasileira e falou sobre as iniciativas do Fundo Setorial do Audiovisual no estímulo à produção regional, dando detalhes sobre linhas de investimento como a de Arranjos Regionais, na qual o FSA disponibiliza recursos em contrapartida a investimentos de órgãos locais; e a linha de TVs Públicas, na qual, desde a primeira edição, 60% dos recursos são destinados às regiões CONNE. Segundo Debora, já se veem os primeiros resultados dessa descentralização de investimentos. "É bonito ver o fortalecimento da produção fora do eixo Rio-São Paulo nos últimos anos como afirmação da identidade, mostrando a riqueza da nossa cultura e promovendo ações de mercado", afirmou.

 

Clique aqui para acessar a apresentação "Desenvolvimento Regional".
 

Também foi anunciada a disponibilização de R$ 94 milhões em recursos do Fundo Setorial do Audiovisual a serem destinados a projetos audiovisuais das regiões Centro Oeste, Norte e Nordeste. O valor diz respeito à suplementação de recursos na Chamada Pública PRODAV 02/2013 do Programa Brasil de Todas as Telas, que investe em propostas de programação de conteúdos para televisão apresentados por programadoras de TV aberta ou por assinatura. O Comitê Gestor do Fundo Setorial do Audiovisual decidiu pela suplementação em sua última reunião, realizada na sexta-feira, 4 de agosto. Do total de R$ 100 milhões a serem aportados no edital, R$ 94 milhões deverão ser destinados a propostas vindas dos estados do Centro Oeste, Norte e Nordeste.

 

Na parte da tarde, o debate se voltou para as questões relativas à distribuição e exibição na região. No painel "O desafio do circuito de distribuição e exibição na Região CONNE: o circuito de exibição independente", mediado pelo diretor Salomão Santana, o diretor da ANCINE, Roberto Lima, e o secretário de Políticas de Financiamento da Agência, Rodrigo Camargo, debateram com o Secretário de Cultura do Distrito Federal, Guilherme Reis; com a diretora do Porto Iracema das Artes, Bete Jaguaribe: e com o consultor Alfredo Manevy, ex-presidente da SPCine, sobre estratégias para a exibição de obras independentes nos circuitos regionais.

 

O seminário segue nesta terça-feira, 8, com mais três painéis, às 9h, às 14h e às 17h30. Para mais informações, acesse o site do 27º Cine Ceará.

  1. Diretor Roberto Lima em sua participação na mesa "O desafio do circuito de distribuição e exibição na Região CONNE: o circuito de exibição independente"

    Galeria
  2. Secretário de Políticas de Financiamento Rodrigo Camargo participa do painel "O desafio do circuito de distribuição e exibição na Região CONNE: o circuito de exibição independente"

    Galeria
  3. Diretora-presidente em exercício Debora Ivanov ao lado dos participantes do painel "O panorama da descentralização da produção e dos recursos nas regiões CONNE"

    Galeria
Compartilhar
 

Formulário de busca

Plano de Diretrizes e Metas

  • Conselho Superior do Cinema

Mapa de Mostras e Festivais

Mapa de Complexos Cinematográficos

Observatório Brasileiro do Cinema e do Audiovisual

Dados e análises técnicas sobre o mercado audiovisual brasileiro
 

Fundo Setorial do Audiovisual

Fundo destinado ao desenvolvimento da cadeia produtiva do audiovisual
 

Cinema Perto de Você

O programa que está levando mais cinemas para mais brasileiros
 

Carta de Serviços

Informa a sociedade sobre os serviços prestados pela Agência
 
 
OIA
CACI
Acesso à Informação
 
Ícone Webmail Webmail Ícone Mapa Mapa do site SEI
Agência Nacional do Cinema - Ministério da Cultura - Governo Federal