Agência Nacional do Cinema
Translate traduzir ImprimirImprimir 01/04/2016 11:03

ANCINE e MinC confirmam recolhimento da Condecine pelas operadoras de telecomunicações

Pagamento garante a continuidade da política pública para o audiovisual brasileiro

Preview
Ampliar

O Ministério da Cultura e a Agência Nacional do Cinema informam que as operadoras de telecomunicações recolheram normalmente a Condecine Teles referente ao ano de 2015. O prazo para o pagamento da contribuição se encerrou nessa quinta-feira, 31 de março. A arrecadação foi de R$ 1,1 bilhão. A Condecine Teles é devida pelas concessionárias, permissionárias e autorizadas de serviços de telecomunicações que prestam serviços que se utilizem de meios que possam distribuir conteúdos audiovisuais.

 

Em janeiro de 2016, o juiz Itagiba Catapretta, da 4ª Vara de Brasília, concedeu liminar suspendendo o pagamento da Condecine Teles. Em março, o presidente do Supremo Tribunal Federal, Ricardo Lewandovski ,decidiu pela suspensão desta liminar e agora a ação seguirá o trâmite legal, não cabendo mais liminar até o trânsito julgado. Ao recolherem o tributo, as empresas de telefonia demonstram compromisso com o desenvolvimento do setor audiovisual brasileiro, que tem experimentado um círculo virtuoso de crescimento nos últimos anos.

 

O MinC e a ANCINE reafirmam a disposição permanente à cooperação e ao diálogo com todos para fazer do Brasil um grande centro produtor e programador de conteúdos audiovisuais brasileiros.

 
 
Ícone Webmail Webmail Ícone Mapa Mapa do site SEI
Agência Nacional do Cinema - Ministério da Cidadania - Governo Federal