Agência Nacional do Cinema
Translate traduzir ImprimirImprimir 31/08/2020 9:50

ANCINE pretende normatizar o uso dos canais de serviço ou de assinante pelas operadoras de TV Paga

Agência receberá contribuições para a edição de Súmula

Preview
Ampliar
 
A Diretoria Colegiada da Agência Nacional do Cinema – ANCINE deliberou na última terça-feira, 25 de agosto, sobre a normatização dos canais de serviço ou de assinante no âmbito do SeAC - Serviço de Acesso Condicionado.
 
 
A ANCINE pretende garantir segurança jurídica a esses canais, liberando-os de vedações e obrigações previstas na Lei da TV Paga. A Agência entende que é preciso dar parâmetros que possibilitem a distinção entre esses canais e os canais de programação ofertados, permitindo a ampliação do uso dos canais de serviço ou de assinante pelas operadoras.
 
 
Para a edição da Súmula, a ANCINE realiza consulta prévia aos agentes econômicos, durante o prazo de 15 dias, para manifestações e contribuições técnicas. Os ofícios foram enviados para as operadoras de TV Paga e entidades representativas do setor. 
 
 
Após a avaliação das contribuições apresentadas, a Diretoria da ANCINE irá deliberar sobre a edição de Súmula.
 
 
Nossas informações também são divulgadas através do Twitter @AncineGovBr 
 
 
Ícone Webmail Webmail Ícone Mapa Mapa do site SEI
Agência Nacional do Cinema - Ministério da Cidadania - Governo Federal