Agência Nacional do Cinema
Translate traduzir ImprimirImprimir 24/05/2019 12:43

Ancine recebe representantes do Carrefour, da Anatel e da Polícia Federal para ação conjunta de combate à pirataria

Parceria visa acabar com a comercialização de caixinhas utilizadas para piratear sinal de TV por assinatura

 

Preview
Ampliar

Nesta quarta (22), a Coordenação de Combate à pirataria da Ancine promoveu um encontro com representantes do Carrefour, da Polícia Federal e da Anatel para debater sobre uma reportagem divulgada pela imprensa que denuncia a venda de aparelhos piratas (set-top boxes ilegais) dentro do supermercado. Na matéria, uma empresa que utilizava o espaço do Carrefour foi flagrada ofertando uma “caixinha pirata” que, entre outros serviços, permite o acesso ilegal a canais de TV por assinatura. 

Além de solicitar a retirada desses produtos das lojas físicas do Carrefour, a Ancine solicitou a remoção dos anúncios de vendas dos aparelhos piratas do marketplace Carrefour.

Na ocasião, a Ancine salientou os perigos desses aparelhos piratas: através dessas caixinhas, os criminosos não só transmitem clandestinamente a programação das operadoras de TV por assinatura, como podem capturar - via rede wi-fi do próprio usuário - seus dados pessoais.

No final do encontro, foi definida a realização de um acordo de cooperação técnica entre Ancine e Carrefour com objetivo de combater a pirataria.

Participaram da reunião: pela ANCINE, Eduardo Carneiro (Superintendente de Fiscalização), Carlos Chelfo (Coordenador de Combate à Pirataria, André Shcneider (Analista Administrativo); pelo Carrefour, Jerome Mairet (Chief Security Officer) e Danilo Bomfim (Gerente Jurídico); pela Polícia Federal, Marcelo Prudente (Chefe da Delegacia Fazendária) e Marcelo Boaventura (Chefe do Núcleo de Operações); pela Anatel, Marcelo Lucena e Eduardo Brandão.

 

 
 
Ícone Webmail Webmail Ícone Mapa Mapa do site SEI
Agência Nacional do Cinema - Ministério da Cidadania - Governo Federal