Agência Nacional do Cinema
Translate traduzir ImprimirImprimir 29/01/2018 16:16

Brasil fecha 2017 com recorde de lançamentos de filmes nacionais

Número de salas de cinema em funcionamento está próximo ao recorde histórico de 1975

 

Preview
Ampliar

A Agência Nacional do Cinema – ANCINE divulgou nesta segunda-feira, 29 de janeiro, no OCA - Observatório Brasileiro do Cinema e do Audiovisual, o "Informe de Salas de Exibição” de 2017.  O ano foi marcado por recorde de lançamentos brasileiros - 158 títulos. O número representa um aumento de 11,3% em relação a 2016 (142 títulos) e recorde no número de lançamentos brasileiros desde 1995.

 

Também foi inédito o número de documentários, e principalmente, o de animações brasileiras estreantes, que ultrapassaram consideravelmente as quantidades lançadas nos anos anteriores. O ano de 2017 fechou com 7 lançamentos de filmes de animação. Em 2016 havia sido apenas um longa e em 2015 não houve estreia de animação. Já os documentários somaram 60 títulos brasileiros estreantes (em 2016 havia sido 44 obras).

 

O público nas salas de cinema se manteve em um bom patamar. No total, foram contabilizados 181,2 milhões de pessoas, o que representa um pequeno recuo de 1,7% em relação a 2016 (184,3 milhões). Apesar da queda, os filmes estrangeiros venderam quase 10 milhões de ingressos a mais do que no anterior -  163,7 milhões de ingressos vendidos para os filmes estrangeiros em 2017, contra 153,9 ingressos em 2016. As animações também tiveram destaque entre os filmes estrangeiros. O filme com maior público do ano foi a animação Meu Malvado Favorito 3, com 9,0 milhões de espectadores. Das obras nacionais, o filme de maior bilheteria foi “Minha mãe é uma peça 2”, com 5,2 milhões. O longa foi lançado ainda no fim de 2016.   

 

O desempenho de 2017 nas bilheterias foi influenciado pela queda do número de espectadores de filmes nacionais, se comparado ao ano de 2016. Devido a diminuição significativa de 42,8%, o aumento de 6,4% no público de filmes estrangeiros não foi suficiente para expandir o público total em 2017. Ao mesmo tempo, em 2017, o número de estreias estrangeiras diminuiu, o que foi acompanhado por um decréscimo ainda maior, de 14,4%, no número de títulos internacionais exibidos. 

 

Desempenho das distribuidoras

 

As distribuidoras nacionais contribuíram com a oferta de 81% do total de filmes lançados e 95,8% dos filmes brasileiros.  As empresas brasileiras ficaram com 90,7% do valor arrecadado da bilheteria de filmes nacionais. A Vitrine Filmes foi a distribuidora que mais colocou filmes no mercado em 2017, com 61 títulos, sendo 57 deles nacionais. A parceria Downtown/Paris ficou com 75,7% do total de receita de distribuição.

 

Inaugurações, Reaberturas, Ampliações do Parque Exibidor

 

O parque exibidor brasileiro encerrou o ano de 2017 com o total de 3.220 salas de exibição em funcionamento, ficando próximo ao recorde histórico de 1975 (3.276 salas). Foram 35 complexos inaugurados, que totalizaram 107 novas salas. Outros três complexos foram reabertos e dez ampliaram seu número de telas, totalizando 125 salas. A região Sudeste foi a que mais recebeu novas salas, representando 28,8% das aberturas, reaberturas e ampliações. Logo em seguida, vieram as regiões Nordeste e Sul, com 27,2% cada. A região Norte liderou a taxa de crescimento de novas salas, com 7,1%, seguida pela região Sul, com 6,2%, e Nordeste, com 4,7% de crescimento em relação a 2016.

 

Nas regiões Nordeste e Sul, a maioria das novas salas foi inaugurada em municípios de pequeno porte (menos de 100 mil habitantes). No Centro-Oeste, Norte e Sudeste, os novos espaços de exibição foram instalados, em sua maior parte, em cidades de grande porte (mais de 500 mil habitantes).  O crescimento do parque exibidor se intensificou entre os estados de São Paulo, Paraná e Rio Grande do Sul. O estado de São Paulo foi o que mais recebeu novas salas no ano de 2017, com 28 salas inauguradas.

 

Todas as salas de cinema em funcionamento no país estão digitalizadas.

 

Veja o Informe completo aqui. 

 

 
 
Ícone Webmail Webmail Ícone Mapa Mapa do site SEI
Agência Nacional do Cinema - Ministério da Cidadania - Governo Federal