Agência Nacional do Cinema
Translate traduzir ImprimirImprimir 08/01/2020 9:26

Cinema brasileiro superou expectativas e apresentou resultados positivos em 2019

Painel interativo no OCA traz dados sobre bilheteria, distribuição e parque exibidor

Preview
Ampliar

A ANCINE – Agência Nacional do Cinema publicou hoje o painel interativo com os resultados do cinema brasileiro em 2019. O painel traz notícias positivas para o mercado.
 
Reunindo dados relevantes sobre a produção, a distribuição e o parque exibidor, o painel foi preparado pela SAM – Superintendência de Análise de Mercado e pode ser acessado no OCA – Observatório do Cinema e do Audiovisual, neste link. Além de representar uma importante prática regulatória da ANCINE, a divulgação periódica de relatórios sobre o mercado serve como ferramenta para a avaliação das políticas públicas implementadas para o setor. Entre outros dados apurados pela SAM, merecem destaque:
 
- Em 2019, os cinemas brasileiros alcançaram uma renda 13% superior à de 2018. Isso se explica em parte pelo aumento do preço médio do ingresso, que subiu 5,54%, acima portanto da inflação estimada para o período (4%). Mas os números também indicam um aquecimento do mercado: após a queda de público observada em 2018, os cinemas venderam um total de cerca de 172,2 milhões de ingressos em 2019 – uma melhora de 7,66% em relação a 2018.
 
- Mesmo com um número de lançamentos 10,9% menor que em 2018, o cinema nacional conseguiu bater recordes de público, aumentando em 7,83% sua participação no market share. Isso se deve principalmente ao desempenho dos longas. “Nada a Perder 2”, fez sucesso novamente. Em 2018 o primeiro da série ultrapassou o “Tropa de Elite 2”, com mais de 12 milhões de ingressos vendidos. E, em 2019, “Minha Mãe É uma Peça 3”, levou mais espectadores ao cinema na semana de seu lançamento que o último título da franquia “Star Wars”;
 
- Em relação à renda, em 2019 o mercado cinematográfico acumulou uma bilheteria cerca de  13% superior à de 2018, somando títulos brasileiros e estrangeiros. Os títulos brasileiros foram responsáveis por 11,5% da renda total, apresentando um crescimento de 12,97% em relação a 2018;
 
- Novo recorde do número de salas do parque exibidor. O resultado demonstra um aumento mais robusto no número de salas do país. Em 2018, o parque exibidor brasileiro possuía 3.194 salas, já em 2019, esse número alcançou 3.201 salas, ressaltando o fortalecimento do número de cinemas no país.

 
 
 
 

Formulário de busca

 
Ícone Webmail Webmail Ícone Mapa Mapa do site SEI
Agência Nacional do Cinema - Ministério da Cidadania - Governo Federal