Agência Nacional do Cinema
Translate traduzir ImprimirImprimir 07/06/2019 18:08

Conheça o novo Informe do Número de Assinantes no Mercado de Programação na TV por Assinatura

A partir do relatório é possível analisar e acompanhar a evolução do mercado de programação da TV paga

 

Preview
Ampliar

A Superintendência de Análise de Mercado da ANCINE apresenta o número de assinantes dos canais de TV paga comercializados no país entre junho de 2016 e dezembro de 2018, a partir de dados recebidos diretamente das programadoras. De posse desses dados, é possível concluir que:

Apesar da queda no número de assinantes na TV paga no período, houve um incremento de 1,8% no total do conjunto das assinaturas por canal entre dezembro de 2017 e dezembro de 2018, indicando a continuação do movimento, já observado nos anos anteriores, de aumento da oferta de canais dentro dos pacotes comercializados.

A observação do número de canais em alta definição disponíveis no mercado assinala uma tendência de crescimento de sua oferta, decorrente, pode-se supor, do avanço tecnológico e consequente barateamento e popularização dos televisores HD.

Ao longo do intervalo de tempo investigado, o número de assinantes dos canais básicos aumentou em 15,7%, ao passo que o grupo de assinantes dos canais premium diminuiu em 4,2%.

A categoria que concentrou o maior número de assinaturas durante o período analisado foi a de “filmes e séries.  As categorias que apresentaram o aumento da participação de mercado mais expressivo no período foram as de “variedades”, com 1,9% de ampliação na participação, e “infantil”, com um incremento de 0,7%.

Da análise da evolução do conjunto de canais de TV por assinatura, segundo as classificações estabelecidas na lei, observa-se que os Canais de Espaço Qualificado (CEQs) vêm perdendo espaço em relação aos Canais Brasileiro de Espaço Qualificado (CABEQs), tanto em relação ao número de canais quanto de assinantes.

Do total de assinaturas do conjunto de canais registrados em dezembro de 2018, 50,4% foram divididas entre dois grupos econômicos: GLOBO e WARNER MEDIA. Além disso, estes dois grupos respondem pelas programadoras de quase todos os canais premium das categorias “filmes e séries” e “esportes”, considerados como de maior valor para os assinantes da TV paga

 

Leia o informe completo aqui. 

 

 

 
 
Ícone Webmail Webmail Ícone Mapa Mapa do site SEI
Agência Nacional do Cinema - Ministério da Cidadania - Governo Federal