Agência Nacional do Cinema
Translate traduzir ImprimirImprimir 11/10/2013 11:23

Conheça os vencedores do Festival do Rio 2013

“De menor” e “O lobo atrás da porta” dividiram o prêmio de Melhor Filme de Ficção; "Tatuagem" levou para casa cinco troféus

Preview
Ampliar
Troféu Redentor, prêmio oficial do Festival do Rio | Foto: divulgação

Aconteceu na noite de ontem, 10 de outubro, no Rio de Janeiro, a cerimônia de premiação da mostra competitiva Première Brasil, do Festival do Rio, que se encerrou ontem. Pela primeira vez na história do prêmio, duas obras levaram o Troféu Redentor na categoria Melhor Filme de Ficção: “De menor”, de Caru Alves de Souza, e “O lobo atrás da porta”, de Fernando Coimbra – ambos fazendo suas estreias em longas-metragens. O longa “Tatuagem”, dirigido por Hilton Lacerda, também teve destaque na premiação de ontem, abocanhando nada menos que cinco prêmios: Melhor Filme de Ficção pelo voto popular, Prêmio FIPRESCI, Prêmio Especial do Júri Ficção, e Melhor Ator e Ator Coajuvante, respectivamente, para Jesuíta Barbosa e Rodrigo Garcia.

 

O júri oficial, presidido por Fabiano Canosa e composto por Doris Hegner, Helena Ignez, Lázaro Ramos e Marie-Pierre Macia, elegeu como Melhor Documentário o longa “Histórias de Arcanjo – um documentário sobre Tim Lopes”, de Guilherme Azevedo; Cao Guimarães e Marcelo Gomes como melhores diretores por “O homem das multidões”; e concedeu o prêmio de Melhor Roteiro para Paulo Morelli, por seu trabalho no longa “Entre nós”. Já o prêmio de melhor curta-metragem foi para “Contratempo”, de Bruno Jorge. Os prêmios de melhor Montagem e Fotografia foram, respectivamente, para Mair Tavares, por “Estrada 47”, e Pedro Urano, por “Quase samba”. “O lobo atrás da porta” também rendeu o prêmio de melhor atriz para Leandra Leal, e o prêmio especial do júri documentário foi outorgado a Roberto Berliner e Pedro Bronz por “A farra do circo”. Confira abaixo a lista completa de premiados e menções honrosas.

 

Para o público da Première Brasil, além de “Tatuagem”, consagrado como melhor longa de ficção, o melhor documentário foi “Fla-Flu”, dirigido por Renato Terra. Já o favorito entre os curtas-metragens foi “Jessy”, de Paula Lice, Rodrigo Luna e Ronei Jorge.

 

A cineasta Anna Azevedo, a atriz Maria Flor e o cineasta português António Ferreira, jurados da mostra Novos Rumos, premiou “Tão longe é aqui”, de Elisa Capai, com o Redentor de melhor filme, e “Todos esses dias em que sou estrangeiro” como melhor curta-metragem, concedendo também menções honrosas ao longa “O menino e o mundo”, de Alê Abreu, e ao curta “Lição de esqui”, de Leonardo Mouramateus e Samuel Brasileiro. A Mostra Novos Rumos é, tradicionalmente, dedicada aos dedicada aos novos realizadores e novas linguagens de produção. Já para o júri da Mostra Geração, composto por estudantes de 14 a 18 anos, o melhor filme foi o curta-metragem “A galinha que burlou o sistema”, de Quico Meirelles.

 

Confira abaixo a lista completa com os premiados do Festival do Rio 2013:

 

VOTO POPULAR

Ficção: “Tatuagem”, de Hilton Lacerda
Documentário:  “Fla X Flu”, de Renato Terra
Curta-metragem:  “Jessy”, de Paula Lice, Rodrigo Luna, Ronei Jorge

 

JÚRI OFICIAL

Melhor Documentário: “Histórias de Arcanjo - um documentário sobre Tim Lopes”, de Guilherme Azevedo

Prêmio Especial Do Júri Documentário: “A farra do circo”, de Roberto Berliner e Pedro Bronz

Menção Honrosa Do Júri Documentário: “Cativas - presas pelo coração”, de Joana Nin; “Damas do samba”, de Susanna Lira

Melhor Ator Coadjuvante:  Rodrigo García (“Tatuagem”)

Menção Honrosa Do Júri Ator Coadjuvante: Silvio Guindane (“Jogo das decapitações”), Julio Andrade (“Entre nós”)

Melhor Atriz Coadjuvante: Martha Nowill (“Entre nós”)

Melhor Fotografia: Pedro Urano (“Quase samba”)

Melhor Montagem: Mair Tavares (“Estrada 47”)

Melhor Roteiro: Paulo Morelli (“Entre nós”)

Melhor Ator: Jesuíta Barbosa (“Tatuagem”)

Menção Honrosa Do Júri Ator: Francisco Gaspar (“Estrada 47”)

Melhor Atriz: Leandra Leal (“O lobo atrás da porta”)

Melhor Diretor: Cao Guimarães e Marcelo Gomes (“O homem das multidões”)

Melhor Filme: “De menor”, de Caru Alves de Souza, e “O lobo atrás da porta”, de Fernando Coimbra

Prêmio Especial Do Júri Ficção: “Tatuagem”, de Hilton Lacerda

Melhor Curta-Metragem:  “Contratempo”, de Bruno Jorge

 

NOVOS RUMOS

Melhor Filme: “Tão longe é aqui”, de Eliza Capai

Menção Honrosa do Júri Melhor Filme: “O menino e o mundo”, de Alê Abreu

Melhor Curta: “Todos esses dias em que sou estrangeiro”, de Eduardo Morotó

Menção Honrosa DO Júri Curta: “Lição de esqui”, de Leonardo Mouramateus e Samuel Brasileiro

 

PRÊMIO FIPRESCI

“Tatuagem”, de Hilton Lacerda

 

MOSTRA GERAÇÃO

“A Galinha que Burlou o Sistema”, de Quico Meirelles

 

 
 
Ícone Webmail Webmail Ícone Mapa Mapa do site SEI
Agência Nacional do Cinema - Ministério da Cultura - Governo Federal