Agência Nacional do Cinema
Translate traduzir ImprimirImprimir 31/03/2017 14:59

Divulgado resultado preliminar de classificação do edital de Núcleos Criativos

Proponentes têm até o dia 12 de abril para apresentação de recursos

Preview
Ampliar

A Agência Nacional do Cimema – ANCINE e o Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE) divulgaram na sexta-feira, 31 de março, a lista preliminar das propostas de Núcleos Criativos classificadas na Chamada Pública PRODAV 03/2016 - Núcleos Criativos, do Programa Brasil de Todas as Telas – Ano 3. 

 

 

A análise de mérito dos 282 projetos habilitados, feita por um grupo de servidores da ANCINE e de profissionais do mercado audiovisual, indicou 29 propostas para a próxima etapa, a de avaliação pela Comissão de Seleção.  

 

De acordo com o critério de indução regional, ao menos 30% do valor disponibilizado será destinado a propostas originárias das regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste e 10% das propostas de produtoras serão sediadas na região Sul e nos estados de Minas Gerais e Espírito Santo. A comissão de seleção será formada por dois servidores da ANCINE e por três profissionais independentes, com notório saber e experiência no mercado audiovisual.

 

O edital vai investir R$ 14 milhões na estruturação de, no mínimo, 14 núcleos criativos para o desenvolvimento de carteiras de projetos. Esta é a quarta edição da linha, que faz parte do eixo do Programa Brasil de Todas as Telas e aposta no desenvolvimento de roteiros para cinema e televisão e novos formatos para TV.

 

Com as três edições anteriores do PRODAV 03, o Fundo Setorial do Audiovisual (FSA) realizou investimentos em 69 núcleos criativos em todas as regiões do país, resultando em pelo menos 345 projetos desenvolvidos. 

 

Veja o resultado preliminar de classificação aqui. 

 

Recursos

 

Os proponentes podem ter acesso aos relatórios de análise com as notas correspondentes à avaliação de suas propostas no site do BRDE, mediante login.  

 

As atas de classificação, com a lista de todas as propostas classificadas estão disponíveis para consulta no site do BRDEOs proponentes têm até às 18 horas do dia 12 de abril, para apresentar recursos sobre a classificação, através do Sistema de Inscrições do FSA.

 

 

O resultado do julgamento será divulgado pelo BRDE juntamente com a lista definitiva das propostas indicadas para a avaliação da Comissão de Seleção. Caso haja inclusão de propostas na lista de indicados em virtude do provimento de recursos, as mesmas serão incorporadas à lista definitiva, sem resultar na desclassificação de outras propostas que constavam na lista preliminar. Na fase de recurso da seleção, não será aceita documentação complementar.

 

 

Saiba mais sobre o Programa Brasil de Todas as Telas
 


O Programa Brasil de Todas as Telas, lançado em julho de 2014, foi moldado para atuar na expansão do mercado e na universalização do acesso às obras audiovisuais brasileiras. Trata-se de uma ampla ação governamental que visa transformar o País em um centro relevante de produção e programação de conteúdos audiovisuais. Foi formulado pela ANCINE em parceria com o MinC, e com a colaboração do setor audiovisual por meio de seus representantes no Comitê Gestor do Fundo Setorial do Audiovisual - FSA.


Até meados de janeiro de 2017, o Programa Brasil de Todas as Telas já aprovou 593 propostas de financiamento de longas-metragens e 531 propostas de séries e telefilmes.  O Programa também já investiu em 263 propostas de projetos em fase de desenvolvimento e em 69 núcleos criativos em todas as regiões do país, que gerarão 398 novas obras audiovisuais.


Em seu terceiro ano, o Programa Brasil de Todas as Telas garante a continuidade de uma política pública vigorosa para o audiovisual brasileiro. Para dar previsibilidade às suas ações de investimento, a ANCINE disponibilizou o Calendário de Financiamento para o biênio 2016/2017, que traz as datas previstas para a abertura e divulgação de resultados das chamadas públicas do Programa.

 
 
Ícone Webmail Webmail Ícone Mapa Mapa do site SEI
Agência Nacional do Cinema - Ministério da Cidadania - Governo Federal