Agência Nacional do Cinema
Translate traduzir ImprimirImprimir 13/05/2019 11:33

Esclarecimento sobre a agenda Internacional da Ancine

Atividades são estratégicas para aprimoramento da regulação e atração de investimentos

Preview
Ampliar

Em relação aos afastamentos do país de servidores, a Ancine esclarece que os profissionais da Agência são frequentemente convidados a participar de eventos do setor no exterior organizados por entidades internacionais e órgãos de diversos países. Por tratar de questões do mercado audiovisual, esses eventos demandam a participação da Ancine a fim de compartilhar a experiência adquirida de regulação, fiscalização e fomento do setor audiovisual, além de ensejar oportunidade para estimular a exportação do conteúdo brasileiro e a atração de investimentos externos para o mercado brasileiro.

Cumpre esclarecer que as viagens internacionais de servidores públicos requerem ritos de planejamento, instrução processual e aprovação superior com antecedência e que a publicação de determinada autorização para afastamento do país não implica necessariamente confirmação da viagem.

Sobre a agenda noticiada de forma equivocada na imprensa, informamos que o diretor-presidente Christian de Castro cancelou os compromissos internacionais previamente agendados para acompanhar o desenrolar das diversas questões relacionadas ao mercado audiovisual sob responsabilidade da Agência em curso neste momento. Diferentemente do que foi noticiado, na viagem prevista para o Festival de Cannes, o dirigente seria acompanhado apenas pelo assessor internacional, como de costume.

O Festival de Cannes, além de ser o principal evento do audiovisual independente internacional, coincide com o Marché du Film, maior evento de negócios da indústria do cinema independente internacional. Juntamente com produtores e investidores privados, inúmeros países estão representados no evento por suas agências nacionais de regulação e mecanismos de fomento com objetivo de incrementar o fluxo de negócios entre os diferentes elos da cadeia de valor do audiovisual, cada vez mais impactado pela tecnologia.

Sobre as viagens dos demais servidores, informamos que: 

Daniel Vidal Mattos, superintendente de Análise de Mercado também cancelou sua agenda de compromissos no exterior para acompanhar as análises de dados produzidos pelo mercado, em especial no momento em que é discutida a publicação anual do decreto da cota de tela.

Eduardo Luiz Carneiro, superintendente de Fiscalização, esteve presenta na Costa Rica para participar do encontro da Aliança Latino-americana Anticontrabando (ALAC). O evento, que reúne autoridades e especialistas de 15 países, tem como objetivo estabelecer ações compartilhadas entre governos e entidades da sociedade civil para o combate ao comércio ilegal de produtos como cigarros, têxteis, bebidas e conteúdos audiovisuais. É a primeira vez que a Ancine participa de evento dessa natureza. No encontro, por solicitação da Superintendência de Fiscalização da Ancine, também foram discutidas ações antipirataria. Além da Ancine, também representaram o Brasil a Polícia Federal e a Polícia Rodoviária Federal. 

Adam Jayme Muniz, assessor internacional da Ancine, esteve no Paraguai para participar de reuniões da Conferência das Autoridades Audiovisuais e Cinematográficas Ibero-Americanas (CAACI) e do programa Ibermedia. A participação do assessor resultou no retorno do Brasil ao Conselho Consultivo do organismo, que trata de políticas audiovisuais no espaço ibero-americano. No evento entre outros assuntos, foram discutidas possibilidades de coprodução para outras janelas além das salas de cinema e a questão da harmonização da regulação do vídeo sob demanda. Adam também estará presente no Marché du Film para encontro com entidades homólogas à ANCINE e programadores de festivais internacionais. 

Juliano Viana, chefe do Gabinete do Diretor-Presidente da Ancine, viajará para Portugal, principal parceiro do Brasil em coproduções, a fim de participar do 10º Festival de Cinema Itinerante da Língua Portuguesa. Juliano viajará a convite do festival, com as despesas pagas pela organização do evento, para palestrar sobre gestão organizacional da Ancine, cujas posições estratégicas e de liderança são cada vez mais ocupadas por servidores de carreira, prioridade da atual gestão. Na ocasião, Juliano Viana também irá se reunir com dirigentes do Instituto do Cinema e do Audiovisual (ICA) de Portugal, no momento em que estamos em fase final do edital binacional de investimento em coproduções entre Portugal e Brasil. 

Maria Angélica Coutinho, superintendente de Desenvolvimento Econômico, doutora em letras pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, irá participar do IX Encontro Nacional da Associação de Investigadores da Imagem em Movimento na Espanha. O encontro reunirá pesquisadores de diversos países dedicados a estudos fílmicos e de história do cinema e de outras artes audiovisuais. Os custos da participação no evento estão sendo arcados pela própria servidora. 

A Agência está à disposição para compartilhar sua estratégia junto ao mercado internacional, que vem sendo construída de maneira transparente e impessoal desde o início da atual gestão, tendo por norte a geração de negócios, o aumento das exportações de serviços audiovisuais e a atração de investidores para o mercado doméstico. Ampliar a exposição aos mercados nacional e internacional propicia ainda diferentes oportunidades de capacitação e atualização para os servidores de carreira da Agência, de modo a cada vez mais oferecer serviços de melhor qualidade.

 
 
 
 
Ícone Webmail Webmail Ícone Mapa Mapa do site SEI
Agência Nacional do Cinema - Ministério da Cidadania - Governo Federal