Agência Nacional do Cinema
Translate traduzir ImprimirImprimir 11/09/2018 14:16

“O Grande Circo Místico”, de Cacá Diegues, é o representante brasileiro na disputa por uma vaga no Oscar

Longa concorreu com outras 21 produções nacionais

Preview
Ampliar
O filme "O Grande Circo Místico", de Cacá Diegues, foi escolhido para representar o Brasil na disputa por uma indicação ao Oscar de melhor filme estrangeiro em 2019.
 
O anúncio foi feito na manhã desta terça-feira, 11 de setembro, na Cinemateca Brasileira, em São Paulo, após a reunião da Comissão Especial de Seleção, formada por nomes indicados pela Academia Brasileira de Cinema.
 
A comissão, presidida pela produtora Lucy Barreto,  é formada pela atriz Bárbara Paz, pelo produtor Flavio Tambellini, pelos diretores Jeferson De e Hsu Chien Hsin e pelas produtoras Katia Adler e Claudia da Natividade. 
 
Pelas regras da Academia, os filmes inscritos têm que chegar ao circuito até setembro.
 
"O Grande Circo Místico" fez sua estreia mundial em uma sessão especial este ano no Festival de Cannes. Inspirado em um poema de Jorge de Lima, a coprodução Brasil-Portugal-França conta a história de uma família de artista de circo ao longo de mais de cem anos. 
 
Veja a lista completa dos filmes que concorreram à vaga:
 
"O Grande Circo Místico", de Cacá Diegues
"O Caso do Homem Errado", de Camila de Moraes
"O desmonte do Monte", de Sinai Sganzerla
"Antes que eu me esqueça", de Tiago Arakilian
"Aos teus olhos", de Carolina Jabor
"Ex-pajé", de Luiz Bolognesi
"Yonlu", de Hique Montanari
"Não devore meu coração", de Felipe Bragança
"Talvez uma história de amor", de Rodrigo Spada Bernardo
"Canastra Suja", de Caio Sóh
"Entre irmãs", de Breno Silveira
"As boas maneiras", de Julia Rojas e Marco Dutra
"Benzinho", de Gustavo Pizzi
"Alguma coisa assim", de Mariana Bastos e Esmir Filho
"Paraíso perdido", de Monique Gardenberg
"Além do homem", de Willy Biondani
"Como é cruel viver assim", de Julia Rezende
"O animal cordial", de Gabriela Amaral Almeida
"Unicórnio", de Eduardo Nunes
"Ferrugem", de Aly Muritiba
"Encantados", de Tizuka Yamazaki
"Dedo na ferida", de Silvio Tendler
 
 
 
Ícone Webmail Webmail Ícone Mapa Mapa do site SEI
Agência Nacional do Cinema - Ministério da Cultura - Governo Federal