Agência Nacional do Cinema
Translate traduzir ImprimirImprimir 05/05/2016 17:46

Projetos para cinema e TV recebem investimentos do Programa Brasil de Todas as Telas

Dois longas-metragens de ficção e uma série documental são os novos contemplados nas linhas de fluxo contínuo

Preview
Ampliar

A ANCINE e o Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE) anunciaram nesta quinta-feira, 5 de maio, o investimento de recursos do Programa Brasil de Todas as Telas – Ano 2 em três novos projetos. O valor total da operação é de R$ 3,3 milhões, em recursos do Fundo Setorial do Audiovisual - FSA, que beneficiarão a produção de dois longas-metragens para exibição nas salas de cinema e de uma série documental com veiculação na TV por assinatura.

 

Na Chamada Pública PRODECINE 02/2013, na qual as empresas distribuidoras apresentam projetos de produção de longas-metragens, a Ludwig Maia Arthouse conseguiu a aprovação para investimentos de R$ 1,6 milhão no longa "Back to Maracanã", de Jorge Gurvich. Outro longa-metragem contemplado foi a comédia "Altas expectativas", de Pedro Antonio Paes, que assegurou R$ 852 mil para investimento na complementação de recursos da produção, por meio da Chamada Pública PRODECINE 04/2013.

 

O anúncio inclui ainda a seleção da série documental "Feito torto para ficar direito", de Bhig Villas Bôas. O programa, com primeira exibição prevista para o canal por assinatura Travel Box Brazil, foi contemplado pela Chamada Pública PRODAV 01/2013 com R$ 869 mil.

 

Confira abaixo mais informações sobre os projetos selecionados:

 

PRODECINE 02/2013

"Back to Maracanã" - Longa-metragem de ficção
Produtora: TV Zero Cinema (RJ)
Distribuidora: Ludwig Maia Arthouse
Direção e roteiro: Jorge Gurvich
Valor investido pelo FSA: R$ 1,6 milhão
Sinopse: Tendo a Copa do Mundo como pano de fundo, um avô, um pai e um filho viajam para o Brasil, terra natal do avô, e iniciam uma jornada para assistir aos jogos do Mundial. A viagem, apesar de ser vibrante e cheia de energia, é também emocionante e turbulenta. Durante a viagem, os três talvez não consigam assistir a nenhum jogo de futebol, mas, gradualmente, aprendem sobre ser pai e ser filho, sobre a complexidade de suas relações, o carinho necessário para cultivá-las e a facilidade assustadora de destruí-las.

 

PRODECINE 04/2013

 

“Altas expectativas” - Longa-metragem de ficção
Proponente: Dois Moleques Produções
Distribuidora: Vitrine Filmes
Direção: Pedro Antonio Paes
Roteiro: Alvaro José Alvim Carneiro de Campos
Valor investido pelo FSA: R$ 852 mil
Sinopse: Comédia dramática de alcance popular. O enredo gira em torno de Decinho, um tímido treinador de cavalos que se apaixona por Lena, uma belíssima mulher que não sabe rir. E para conquistá-la, Décio - que por acaso é um anão - estará disposto a tudo, inclusive tornar-se um comediante.

 

PRODAV 01/2013

 

"Feito torto pra ficar direito" - Série documental
Produtora: Setcom - Ser de Comunicação (SC)
Programadora: Prime Box Brazil
Direção e roteiro: Bhig Villas Bôas
Valor investido pelo FSA: R$ 869 mil
Sinopse: Obra seriada documental sobre o tema dos barcos tradicionais brasileiros. A série revela como as estratégias de sobrevivência impostas pelas condições ambientais das várias regiões brasileiras levaram nossos mestres carpinteiros a assimilar conhecimentos de outros tipos de embarcações na evolução dos barcos tradicionais brasileiros.

 

Saiba mais sobre o Programa Brasil de Todas as Telas

 

Programa Brasil de Todas as Telas, lançado em julho de 2014, pela presidenta Dilma Rousseff, foi moldado para atuar na expansão do mercado e na universalização do acesso às obras audiovisuais brasileiras. O Programa, uma ampla ação governamental que visa transformar o País em um centro relevante de produção e programação de conteúdos audiovisuais, foi formulado pela ANCINE em parceria com o MinC, e com a colaboração do setor audiovisual por meio de seus representantes no Comitê Gestor do Fundo Setorial do Audiovisual - FSA.

 

Programa Brasil de Todas as Telas – Ano 2 foi lançado no dia 1º de outubro, no Rio de Janeiro, em cerimônia com a presença do Ministro da Cultura, Juca Ferreira, garantindo a continuidade de uma política pública vigorosa para o audiovisual brasileiro.

 

Fundo Setorial do Audiovisual - FSA é um marco na política pública de fomento à indústria cinematográfica e audiovisual no país, ao inovar quanto às formas de estímulo estatal e à abrangência de sua atuação. Isto porque o FSA contempla atividades associadas aos diversos segmentos da cadeia produtiva do setor – produção, distribuição/comercialização, exibição, e infraestrutura de serviços – mediante a utilização de diferentes instrumentos financeiros, tais como investimentos, financiamentos, operações de apoio e de equalização de encargos financeiros.

 
 
Ícone Webmail Webmail Ícone Mapa Mapa do site SEI
Agência Nacional do Cinema - Ministério da Cidadania - Governo Federal