Agência Nacional do Cinema
Translate traduzir ImprimirImprimir 16/11/2006 18:00

Publicado resultado do Programa ANCINE de Incentivo à Qualidade do Cinema Brasileiro

Agência divulga lista com as obras premiadas. Cinco obras lançadas em 2003 e outras cinco lançadas em 2004 ganham R$ 100 mil cada.

Publicado resultado do Programa ANCINE de Incentivo à Qualidade do Cinema Brasileiro

Agência divulga lista com as obras premiadas. Cinco obras lançadas em 2003 e outras cinco lançadas em 2004 ganham R$ 100 mil cada.

A Agência Nacional do Cinema divulgou a lista das empresas produtoras contempladas pelo Programa ANCINE de Incentivo à Qualidade do Cinema Brasileiro, que distribui R$ 1 milhão entre as obras que obtiveram as maiores pontuações dentre os festivais e seus congêneres de 2003 e 2004. Foram premiadas cinco obras lançadas em 2003 e outras cinco lançadas em 2004 – cada uma com R$ 100 mil.

As obras premiadas lançadas em 2003 são as seguintes: “Amarelo Manga” (24,5 pontos); “Dois Perdidos Numa Noite suja” (14 pontos); “O Homem do Ano (12,5 pontos); “Durval Discos” (9 pontos) e “O Homem que Copiava” (8,5 pontos).

Já as obras premiadas lançadas em 2004 são: “Contra Todos” (22 pontos); “O Prisioneiro da Grade de Ferro” (20 pontos); “O Outro Lado da Rua” (18 pontos); “Narradores de Javé” (18 pontos) e “De Passagem” (13 pontos)

Concorreram à premiação as empresas produtoras que receberam prêmios concedidos por júri oficial nas categorias de melhor filme e melhor direção, ou participaram com obras cinematográficas na principal mostra competitiva dos festivais. Foram habilitadas a concorrer ao Prêmio 23 obras – 8 lançadas em 2003 e 15 lançadas em 2004.

A ANCINE adotou como critério de pontuação a classificação dos Festivais em 4 níveis: Classificação “Especial” (4 pontos); “A” (3 pontos); “B” (2 pontos); e “C” (1 ponto). Os Festivais classificados na categoria “Especial”, por exemplo, foram “Cannes”, “Berlim”, “Veneza” e “Oscar”.

A premiação de melhor filme ou diretor nos festivais discriminados no anexo 3 do Edital corresponde à integralidade dos pontos previstos, de acordo com a classificação. No caso exclusivo do “Oscar”, a obra premiada como melhor filme estrangeiro também ganha a pontuação integral. Já a obra cinematográfica selecionada - e não premiada - para participar da principal mostra competitiva dos festivais ganha o correspondente à metade da pontuação. O mesmo se aplica às obras indicadas ou selecionadas para participar das mostras paralelas dos Festivais de Classificação Especial.

Veja aqui a Ata final do Programa ANCINE de Incentivo à Qualidade do Cinema Brasileiro.
 
 
Ícone Webmail Webmail Ícone Mapa Mapa do site SEI
Agência Nacional do Cinema - Ministério da Cultura - Governo Federal