Agência Nacional do Cinema
Campanha O audiovisual brasileiro é o Brasil assistindo ao Brasil
Tamanho da letra
  • botão de diminuição de letra
  • botão para letra voltar ao tamanho normal
  • botão para aumento de letra
Translate traduzir ImprimirImprimir 08/03/2016 11:22

ANCINE participa de debate sobre equilíbrio de gênero no audiovisual

Encontro na FIRJAN foi promovido pelo Instituto Geena Davis

Preview
Ampliar
Rosana Alcântara fala sobre diferenças de gênero no audiovisual brasileiro

A diretora da ANCINE, Rosana Alcântara, participou ontem, 7 de março, do encontro “O equilíbrio de gênero na mídia brasileira”, promovido pelo Instituto Geena Davis, na sede da Federação das Indústrias do Rio de Janeiro – Firjan, no Rio de Janeiro. O tema central do evento foi a representação de gênero no cinema e na televisão e como são avaliados os papéis de homens e mulheres na dramaturgia nacional.

 

Participaram do debate: Melissa Rosenberg, roteirista do filme "Crepúsculo" e da série “Marvel’s Jessica Jones”; Deborah Calla, membro do Conselho Consultivo da Geena Davis Institute for Gender in Media;  João Feres, o professor e pesquisador da UERJ; Caroline Heldman, Professora de política da Occidental College em Los Angeles e Amalia E. Fischer Pfaeffle, doutora em Comunicação e Cultura da UFRJ.

 

Em sua fala, Rosana Alcântara salientou a subrepresentação feminina no audiovisual e citou dados do recente levantamento feito pela Superintendência de Análise de Mercado da ANCINE a respeito da participação das mulheres neste mercado. “Na função de produção, identificamos o diferencial do Brasil: 41% das obras tiveram produção executiva exclusivamente feminina. No cinema, o protagonismo feminino na produção executiva se define de forma clara: neste segmento, as mulheres alcançaram a maioria dos postos de produção nos longa-metragens. Ao todo, 62% dessas obras contaram com ao menos uma mulher entre os responsáveis pela produção executiva. O mesmo percentual se verificou na análise da participação das mulheres na produção de documentários. Quanto às obras para TV, incluindo TV Paga e TV Aberta, destaca-se no mesmo sentido a atuação feminina na produção executiva, com participação idêntica a dos homens.”

 

Nas funções de roteirista e de direção, a participação feminina ainda é pequena. “Apenas 23% das obras tiveram roteiro escrito apenas por mulheres, e 12% por equipes mistas. Além disso, 19% das obras contaram com direção exclusivamente feminina.  Se somarmos com as equipes mistas, teremos 26% de obras com ao menos uma mulher diretora”, completou Rosana.

 

Ainda sobre o levantamento, a diretora da ANCINE pontuou que estudos preliminares mostram forte relação de causalidade entre a presença de mulheres nas funções de produção e de direção de uma obra audiovisual: “Quando a função de produção é executada por uma mulher, aumenta em 33% a chance de a função de direção também ser executada por uma mulher.”

 

Rosana ressaltou ainda que a ANCINE vem buscando políticas e estratégias para maior inclusão de mulheres na produção audiovisual nacional, como a participação de pelo menos 50% de mulheres nas comissões de seleção das chamadas públicas do Programa Brasil de Todas as Telas.

 

O evento foi encerrado com a entrega do Prêmio Cabíria, que premia roteiros que tenham personagens femininas como protagonistas. A diretora da ANCINE, Debora Ivanov, entregou os prêmios aos vencedores:  Thais Fujinaga, por “O Filho Plantado”; Guilherme Macedo, por “Estrela sem céu” e Cecilia Engels, por “Terceira Página”. 

  1. Debora entrega prêmio a Thais Fujinaga /foto: Vinícius Magalhães/Sistema FIRJAN

    Galeria
  2. Entrega do Prêmio Cabíria/ foto: Vinícus Magalhães/Sistema FIRJAN

    Galeria
Compartilhar
 

Formulário de busca

Plano de Diretrizes e Metas

  • Conselho Superior do Cinema

Mapa de Mostras e Festivais

Mapa de Complexos Cinematográficos

Observatório Brasileiro do Cinema e do Audiovisual

Dados e análises técnicas sobre o mercado audiovisual brasileiro
 

Fundo Setorial do Audiovisual

Fundo destinado ao desenvolvimento da cadeia produtiva do audiovisual
 

Cinema Perto de Você

O programa que está levando mais cinemas para mais brasileiros
 

Carta de Serviços

Informa a sociedade sobre os serviços prestados pela Agência
 
 
OIA
CACI
Acesso à Informação
 
Ícone Webmail Webmail Ícone Mapa Mapa do site SEI
Agência Nacional do Cinema - Ministério da Cultura - Governo Federal