Agência Nacional do Cinema
Translate traduzir ImprimirImprimir 24/09/2014 15:49

Conheça os filmes nacionais inscritos para indicação ao 29º Prêmio Goya

Júri formado por representantes de entidades do setor audiovisual definirá o candidato brasileiro a uma vaga no mais importante prêmio cinematográfico da Espanha

Preview
Ampliar

Foi divulgada a relação de filmes inscritos no processo de seleção do indicado brasileiro à categoria de Melhor Filme Ibero-Americano da 29ª edição do Prêmio Goya, organizado pela Academia das Artes e Ciências Cinematográficas da Espanha. O Goya, mais importante prêmio cinematográfico do país, é concedido desde 1987 aos destaques de cada ano. A cerimônia de premiação acontecerá em fevereiro de 2015, na cidade de Madri.

 

Conheça os filmes inscritos

 

A ANCINE recebeu 12 longas-metragens inscritos dentro dos pré-requisitos para a premiação – títulos cujas estreias comerciais tenham sido entre os dias 1º de novembro de 2013 e 31 de outubro de 2014, e que tenham permanecido em cartaz por, ao menos, sete dias consecutivos. Os filmes serão, agora, avaliados por um júri formado por representantes da ANCINE, da Associação Brasileira de Críticos de Cinema (ABRACCINE), da Academia Brasileira de Cinema, do Programa Cinema do Brasil e do Fórum dos Festivais. O postulante brasileiro a uma indicação ao Prêmio Goya de 2015 será anunciado no dia 10 de outubro.

 

Até que a Sbórnia nos separe

Direção: Otto Guerra e Enio Torresan Jr.

Roteiro: Rodrigo John e Tomas Creus

Sinopse: Baseado no espetáculo musico-teatral Tangos & Tragédias, o filme mostra as confusões na vida dos protagonistas Kraunus e Pletskaya quando o muro que separa a Sbórnia - um pequeno país tranquilo e parado no tempo - do resto do mundo, cai acidentalmente. Exibido no Festival Internacional de Animação de Annecy e premiado no 41º Festival de Cinema de Gramado e na 37ª Mostra de Cinema de São Paulo, o longa tem as vozes de Hique Gomez, Nico Nicolaiewsky, Fernanda Takai, Arlete Salles e André Abujamra.

 

De menor

Direção: Caru Alves de Souza

Roteiro: Caru Alves de Souza e Fabio Meira

Sinopse: A advogada Helena divide sua rotina entre o trabalho como Defensora pública de crianças e adolescentes e os cuidados com o jovem Caio, com quem vive uma relação de cumplicidade e harmonia – até o momento em que Caio comete um delito. Vencedor do prêmio de Melhor Longa-Metragem de Ficção do Festival do Rio 2013.

 

Hoje eu quero voltar sozinho

Direção e roteiro: Daniel Ribeiro

Sinopse: Leonardo é um adolescente cego em busca de sua independência. Seu cotidiano, a relação com a melhor amiga, Giovana, e a sua forma de ver o mundo ganham novos contornos com a chegada de Gabriel. Indicação do Brasil para concorrer a uma vaga na categoria de melhor filme estrangeiro no Oscar 2015 e premiado no 64º Festival Internacional de Cinema de Berlim com o Prêmio da Federação da Crítica Internacional - FIPRESCI de melhor longa-metragem da mostra Panorama e também o prêmio Teddy, dedicado a filmes com temática LGBT.

 

O homem das multidões

Direção e roteiro: Cao Guimarães e Marcelo Gomes

Sinopse: Juvenal é um maquinista de metrô em Belo Horizonte, Margô controla o fluxo dos trens. Ambos vivem em um estado de profunda solidão, cada um à sua maneira. Vencedor do prêmio de Melhor Direção do Festival do Rio 2013, o filme também ganhou o prêmio de melhor filme no Festival de Cinema Latino-Americano de Toulouse 2014 e o Prêmio Especial do Júri no Festival Internacional de Cinema de Guadalajara 2014.

 

Ilegal

Direção e roteiro: Tarso Araujo e Raphael Erichsen

Sinopse: De um lado, uma menina de 5 anos com uma forma de epilepsia rara, grave e sem cura. Do outro, uma substância derivada da maconha que acaba com as convulsões da criança. Entre as duas, uma lei que torna o tratamento impossível.

 

O lobo atrás da porta

Direção e roteiro: Fernando Coimbra

Sinopse: Uma criança é raptada. Na delegacia, Sylvia e Bernardo, pais da vítima, e Rosa, a principal suspeita e amante de Bernardo, prestam depoimentos contraditórios que levarão aos recantos mais obscuros dos desejos, mentiras, carências e perversidades do relacionamento desses três personagens. Vencedor dos prêmios de Melhor Atriz (Leandra Leal) e de Melhor Longa-Metragem de Ficção do Festival do Rio 2013, ganhou também o Grande Prêmio do Júri e o prêmio de Melhor Diretor no Festival de Miami 2014.

 

Não pare na pista – a melhor história de Paulo Coelho

Direção: Daniel Augusto

Roteiro: Carolina Kotscho

Sinopse: Uma tentativa de suicídio, três internações numa clínica psiquiátrica e todos os conflitos de um jovem dos anos 70 dividido entre Deus e o Diabo. Um menino incompreendido, um jovem rebelde, um homem que não desiste de seu sonho. Uma história inverossímil, se não fosse real, a vida do escritor Paulo Coelho é melhor que a ficção.

 

Ouvir o rio – Uma escultura sonora de Cildo Meireles

Direção: Marcela Lordy

Roteiro: Marcela Lordy e Thiago Dottori

Sinopse: Idealizado a partir do projeto “Rio Oir”, do artista plástico Cildo Meireles, o documentário é um registro visual de sua busca pelo som das águas.

 

Praia do Futuro

Direção: Karim Aïnouz

Roteiro: Karim Aïnouz e Felipe Bragança

Sinopse: O salva-vidas Donato é irmão de Ayrton, que admira a coragem do irmão mais velho. Quando falha pela primeira vez em resgatar uma vida no mar, Donato conhece o alemão Konrad, piloto de motos, e parte com ele para Berlim, deixando o irmão mais novo para trás. Anos depois, Ayrton, já adolescente, segue em busca de Donato para um acerto de contas com aquele que considerava seu herói. O longa acaba de ganhar o prêmio Sebastiane Latino da edição 2014 do Festival Internacional de Cinema de San Sebastián.

 

Quando eu era vivo

Direção: Marco Dutra

Roteiro: Marco Dutra e Gabriela Amaral Almeida

Sinopse: Após um divórcio traumático, Júnior busca abrigo na casa do pai, Sênior, com quem mantinha uma relação distante. No quarto que dividia com o irmão, agora vive a inquilina Bruna, jovem estudante de música que veio do interior para se formar. Após encontrar objetos que remetem ao passado e à sua mãe, Júnior desenvolve uma obsessão pela história de sua família e tenta recuperar algo que aconteceu em sua infância e que, até hoje, o assombra.

 

Sem pena

Direção: Eugenio Puppo

Roteiro: Eugenio Puppo e Marina Dias

Sinopse: Nenhuma população carcerária cresce na velocidade da brasileira, que já é a terceira maior do mundo. Sem Pena desce ao inferno da vida nas prisões brasileiras para expor as entranhas do sistema de justiça do país, demonstrando como morosidade, preconceito e a cultura do medo só fazem ampliar a violência e o abismo social existente.

 

Tatuagem

Direção e roteiro: Hilton Lacerda

Sinopse: Ao iniciar o esgotamento político do golpe militar no Brasil (1978), acompanhamos o romance entre um soldado de dezoito anos e um agitador cultural, dono de um cabaré anarquista. Vencedor de cinco prêmios no Festival do Rio 2013: Melhor Filme de Ficção pelo voto popular, Prêmio FIPRESCI, Prêmio Especial do Júri Ficção, Melhor Ator (Jesuíta Barbosa) e Melhor Ator Coajuvante (Rodrigo Garcia).

 

 

  1. "Até que a Sbórnia nos separe"

    Galeria
  2. "De menor"

    Galeria
  3. "Hoje eu quero voltar sozinho"

    Galeria
  4. "Ilegal"

    Galeria
  5. "Não pare na pista – a melhor história de Paulo Coelho"

    Galeria
  6. "O homem das multidões"

    Galeria
  7. "O lobo atrás da porta"

    Galeria
  8. "Ouvir o rio – Uma escultura sonora de Cildo Meireles"

    Galeria
  9. "Praia do Futuro"

    Galeria
  10. "Quando eu era vivo"

    Galeria
  11. "Sem pena"

    Galeria
  12. "Tatuagem"

    Galeria
 

Formulário de busca

Plano de Diretrizes e Metas

  • Conselho Superior do Cinema

Mapa de Mostras e Festivais

Mapa de Complexos Cinematográficos

 
Ícone Webmail Webmail Ícone Mapa Mapa do site SEI
Agência Nacional do Cinema - Ministério da Cultura - Governo Federal