Agência Nacional do Cinema
Translate traduzir ImprimirImprimir 24/01/2012 16:21

Mostra de Cinema de Tiradentes tem programação intensa até dia 28

Edição de 2012 do evento homenageia o ator e diretor Selton Mello, que esteve na abertura

Preview
Ampliar
Selton Mello e Manoel Rangel (Crédito: Leo Lara/Divulgação)

A 15ª Mostra de Cinema de Tiradentes, que acontece até dia 28 de janeiro na cidade histórica e tem como tema central nesta edição “O Ator em Expansão”, espera receber até o fim da programação cerca de 30 mil pessoas. Para isso, serão exibidos até o fim da mostra 116 filmes – 31 longas, um média e 84 curtas – entre obras premiadas, estreias de jovens realizadores e pré-estreias mundiais. A entrada é franca.

 

No último dia 20, o diretor-presidente da ANCINE, Manoel Rangel, participou da cerimônia de abertura da Mostra, que este ano homenageia o ator e diretor Selton Mello. “Não basta o cinema brasileiro ser recorde de público, não basta o cinema brasileiro acontecer diante das multidões, ele precisa também ser capaz de encontrar os caminhos profundos da interação com a sociedade brasileira, com a nossa história, com a nossa trajetória, com a intenção estética. O Selton é, talvez, a maior expressão dessa geração de atores capaz de transitar de um extremo ao outro e de fazer um cinema profundo e contribuir de maneira visceral pra essa infinitude da arte”, disse Rangel, que entregou ao ator o Troféu Barroco. A atriz Grazi Massafera e o marido, o ator Cauã Reymond, também estiveram presentes na abertura, em que aconteceu a pré-estreia de “Billi Pig”, de José Eduardo Belmonte.

 

Há três espaços de exibição para os filmes na cidade: o Cine-Praça, no Largo das Fôrras (espaço para mais de 1.000 espectadores); o Complexo de Tendas, que sedia a instalação do Cine-Tenda (com 700 lugares), e o Cine-Teatro (com plateia de 150 lugares), que funciona no Centro Cultural Yves Alves – sede do evento.  Veja a programação completa.

 

Em sua quinta edição, a mostra competitiva Aurora apresenta sete filmes: As Horas Vulgares, de Rodrigo Oliveira e Vitor Graize; Balança mas não Cai, de Leonardo Barcellos; A Cidade é uma Só?, de Adirley Queirós; Corpo Presente, de Marcelo Toledo e Paulo Gregori; Entorno da Beleza, de Dácia Ibiapina; Hu, de Pedro Urano e Joana Traub Cseko; e Strovengah – Amor Torto, de André Sampaio. Consulte a programação da Mostra Aurora.

 

Durante a mostra é realizado também o 15º Seminário do Cinema Brasileiro, em que devem ser realizados de 19 encontros com a crítica, o diretor e o público e sete debates temáticos – que abordam temas como o papel do ator no cinema brasileiro contemporâneo, o curta na era digital, o olhar estrangeiro sobre o cinema nacional, o panorama atual da crítica cinematográfica e a renovação do cinema brasileiro.

 

Durante seus 15 anos, a Mostra de Cinema de Tiradentes já alcançou um público estimado em mais 470 mil pessoas.

 
 
Ícone Webmail Webmail Ícone Mapa Mapa do site SEI
Agência Nacional do Cinema - Ministério da Cultura - Governo Federal